Depois de demissão do técnico Carille, Corinthians já avalia nomes; veja

Foto: Reprodução
Compartilhe

Com a demissão do técnico Fábio Carille após a derrota do Corinthians para o Flamengo por 4 a 1 no Maracanã, e ainda oito jogos pelo frente no Campeonato Brasileiro, a diretoria do Timão começou ainda na noite deste domingo a definir quais serão os caminhos tomados daqui para a frente.

Conheça nossos serviços

– Mentorias
– Media Training
– Digital Influencer
– Cerimonialista
– Produção de Vídeos
– Curso – Método da Rosa

Contra o Fortaleza, quarta-feira, na Arena, Dyego Coelho comanda o time interinamente.

Técnico do sub-20, ele fica à frente da equipe até a chegada de um treinador mais experiente. Como ainda briga por uma vaga na Libertadores do ano que vem, o clube tem dois caminhos a seguir:

  • trazer um técnico experiente ainda nesta reta final de 2019;
  • ou manter Coelho até dezembro à espera do novo treinador.

Tiago Nunes, técnico do Athletico-PR, aparece neste momento como o nome de maior aceitação entre os dirigentes, mas chegaria apenas em janeiro. Há um mês, quando Carille já começava a balançar, a diretoria corintiana buscou informações sobre o treinador.

Tiago Nunes Athletico — Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo
Tiago Nunes Athletico — Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo

Luiz Paulo Chignall, agente do técnico do Furacão, esteve no CT Joaquim Grava em outubro, mas alegou que visitou o local para se encontrar com o amigo Ramiro. Atual campeão da Sul-Americana e da Copa do Brasil, Tiago Nunes tem contrato com o Athletico-PR até o fim do ano e promete cumpri-lo.

Nesta semana, disse que espera definir sobre a sua renovação nos próximos dias. Caso contrário, ouvirá propostas para 2020.

– Desejo definir a minha situação para o futuro na próxima semana, caso contrário vou ouvir outros clubes. Mas como já disse, vou cumprir o meu contrato até o dia 8 de dezembro – declarou.

– Não fui procurado de maneira oficial por nenhuma equipe, nem meu representante. Fico até dia 8 no Athletico. E vou conversar com dona Fernanda ainda (esposa) – completou.

Segundo a jornalista Nadja Mauad, do Blog da Nadja, o Athletico-PR colocou na mesa uma oferta de dois anos de contrato (até 2021) e um projeto que envolve a briga por um título da Libertadores. Porém, as partes não chegaram ainda a um acordo financeiro em relação a salário, premiações e multa.

Com essa brecha, o Corinthians pode entrar na disputa e tentar vencê-la no aspecto financeiro.

Sylvinho é opção “caseira”

Demitido do Lyon há um mês, o ex-lateral-esquerdo de 45 anos surge como uma opção de menor complexidade. Como está no mercado, poderia chegar já para o clássico de sábado, contra o Palmeiras, no Pacaembu.

Cria do terrão, Sylvinho foi auxiliar técnico de Tite e de Mano Menezes no Corinthians entre 2013 e 2014.

Ele deixou o clube há cinco anos com o objetivo de se graduar nos cursos Uefa e, desde então, foi auxiliar da Inter de Milão e também da seleção brasileira. Com ele, neste ano, o Lyon teve só 11 jogos, no pior início do clube no Francês em 24 anos.

Sylvinho Lyon — Foto: Getty Images
Sylvinho Lyon — Foto: Getty Images

Com a simpatia de parte da torcida, Sylvinho conta com um pouco de resistência interna no clube por conta de seu currículo ainda modesto. Alguns dos envolvidos no futebol acreditam que o momento é para um técnico mais rodado. Vários nomes são citados, mas todos no tom de especulação.

Um fator que pode ser impeditivo é que Sylvinho está com a família adaptada à Europa e, neste momento, pode mais uma vez declinar ao convite corintiano, como aconteceu em 2016.

Por enquanto, porém, não há propostas na mesa para nenhum treinador.

*Fonte: GE