Manaus, 23 de setembro de 2021
PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Bebê cardiopata é anestesiado, mas cirurgia é cancelada por falta de equipamento em centro cirúrgico

Centro Cirúrgico Francisca Mendes — Foto: Reprodução/Rede Amazônica
Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on reddit
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

São mais de 200 crianças cardiopatas que esperam na fila para passar por cirurgia no Hospital Francisca Mendes, em Manaus. Em sua maioria, recém-nascidos. As famílias que se aglomeram à espera de uma operação se deparam com a crise que assola a saúde pública do estado – e do hospital especializado. E a fila não anda. Nesta segunda-feira (16), por exemplo, duas cirurgias pré-marcadas foram canceladas por falta de equipamento.
Em uma delas, um bebê chegou a ser completamente anestesiado e levado ao centro cirúrgico. Lá, médicos encontraram o aparelho de anestesia quebrado. A máquina tem a função básica de administrar gases durante a anestesia inalatória, além de monitorar as condições das funções fisiológicas do paciente.

Conheça nossos serviços

– Mentorias
– Media Training
– Digital Influencer
– Cerimonialista
– Produção de Vídeos
– Curso – Método da Rosa

“Pode ser que eles [governo] achem a questão simples, um mero acaso. Porém, do ponto de vista médico, é como um avião que quebra durante um voo, não pode acontecer”, avaliou um cirurgião.

O bebê, ainda anestesiado, foi levado de volta ao leito e a cirurgia cancelada. Pela mesma razão – a falta do aparelho – uma segunda operação, também em um recém-nascido, foi cancelada.

Equipes médicas, que há meses endossam o discurso de crise dentro da unidade hospitalar, afirmam que, apesar de promessas de melhorias, o governo ainda não cumpriu com demandas básicas para funcionamento regular das cirurgias. Além de infraestrutura, faltam remédios e os funcionários estão com salário atrasado.

Crise por falta de infraestrutura

Em abril deste ano, centro cirúrgico do hospital era usado como depósito. Funcionários afirmam que a situação ainda é a mesma, oito meses depois — Foto: Arquivo Pessoal

Em abril deste ano, centro cirúrgico do hospital era usado como depósito. Funcionários afirmam que a situação ainda é a mesma, oito meses depois — Foto: Arquivo Pessoal

O caso não é novo e a grande crise ligada ao Hospital Francisca Mendes – único do Amazonas que faz cirurgias cardíacas e é especializado em bebês e crianças – está diretamente ligada a problemas de infraestrutura.

O hospital, por exemplo, tem apenas um centro cirúrgico, com cinco salas de cirurgia em suas instalações. Há pelo menos oito meses, apenas três delas funcionam. Uma está desativada por falta de aparelhagem e outra é usada como depósito. Das seis salas de UTI, duas também estão paradas.

Entre elas, dividem-se apenas dois aparelhos de anestesia, um equipamento específico para realização de cirurgias em crianças de baixo peso. Ambos, segundo denúncia de funcionários que atuam na unidade e não querem se identificar, estão sem funcionar por falta de manutenção.

Em mais de uma ocasião, já aconteceu de o aparelho quebrar durante uma cirurgia, segundo relatos. Nesses casos, o anestesista precisa fazer a ventilação manualmente.

Há também a falta de leitos na unidade, o que torna lento o fluxo de pacientes – entre internações de pré e pós-operatório. Em maio deste ano, por exemplo, um bebê morreu após ter sua cirurgia adiada pela falta de leitos disponíveis na UTI pediátrica. Na época, três leitos estavam interditados devido a vazamentos. A situação foi estabelecida mas, desde então, não houve a instalação de nenhum novo – ou a ampliação da UTI.

Hoje, o Hospital Francisca Mendes tem oito leitos de UTI, sendo cinco infantis e três neonatais. O ideal seriam pelo menos 16 leitos.

“Dentro de um hospital que trabalha com alta complexidade, a inexistência ou paralisação de um leito de UTI, representa a paralisação de cirurgias. Não adianta ter leito cirúrgico e não ter leito de UTI. Dessa forma, eu não posso operar a criança”, chegou a afirmar a diretora do departamento de saúde da capital, Nayara Maksoud, em entrevista à Rede Amazônica no início do mês.

Sem mudanças em oito meses

Números mostram que o Francisca Mendes não tinha capacidade para abrigar a quantidade de bebês cardiopatas que aguardam na fila. Na época, entre janeiro e abril, 15 recém-nascidos já haviam morrido à espera de cirurgia.

O Governo, também à época, por meio da Susam, afirmou que ventiladores, monitores, além de carrinho anestésico tinham sido alugados de um fornecedor e seriam devidamente instalados. Oito meses depois, a equipe médica do hospital nega que qualquer promessa tenha sido, efetivamente, cumprida.

Agora, em dezembro, o número de crianças cardiopatas que morreram à espera de operação cirúrgica chega a 29, segundo a Associação dos Cardiopatas.

Fonte: G1 Amazonas

Voce pode gostar também!

Estamos ao vivo clique aqui!

Conheça meus serviços

É um serviço especializado realizado por mim Jornalista Marcela Rosa , especialista em telejornalismo e produção de vídeos e textos para vídeos e TV, Na minha mentoria on line eu vou te orientar de forma individualizada nos seus trabalhos de vídeo ou ainda de textos para TV ou internet.

Nas Redes Sociais, como jornalista,eu atuo de uma forma diferenciada. Na verdade, uso a minha imagem e o meu texto (fala) como “referência” digital para produtos e serviços que coadunam com meu perfil de mulher adulta, mãe e profissional da comunicação.

O Cerimonial de uma jornalista busca sempre aliar competência e credibilidade com a imagem e a voz que vão representar empresas e organizações.

O meu maior Knowhow é sem dúvida a produção, redação e apresentação de vídeos jornalísticos. E todo este conhecimento é reproduzido nas propostas institucionais.

Iniciar Atendimento
1
Olá bem-vindo ao Portal da Marcela Rosa!

Em que podemos te ajudar? Os nossos serviços são:

- Mentorias em telejornalismo e produção de vídeos e textos para vídeos e TV.
- Média Training
- Digital Influencer
- Cerimonialista (Português, Inglês e Espanhol)
- Produção de vídeos

Estamos a disposição para atendê-lo, aguardamos você!