Delphina Aziz ficará restrito para casos graves de coronavírus; Susam altera atendimento ambulatorial

Compartilhe

A partir da próxima segunda-feira (23), o Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, na zona norte de Manaus, terá seu perfil de atendimento alterado, passando a atuar de forma exclusiva para o atendimento de pacientes graves suspeitos ou confirmados de Covid-19. Conforme a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) estarão suspensos os serviços oferecidos nos Centros de Atenção Integral à Saúde da Criança (CAICs) e nos Centros de Atenção Integral à Melhor Idade (CAIMIs) e serão suspensos alguns serviços de todas as policlínicas da rede estadual de saúde na capital.

A secretária Executiva Adjunta de Atenção Especializada da Capital, da Susam, Dayana Mejia de Sousa, informa que as medidas na rede de atendimento ambulatorial seguem orientação do Ministério da Saúde, que prevê a suspensão de serviços não essenciais nas unidades de saúde neste momento de reunião de esforços para melhor conter a disseminação do novo coronavírus em todo o território nacional. CAICs e CAIMIs são unidades que oferecem consultas de rotina a crianças e idosos, que integram o grupo de risco para doenças respiratórias provocadas por vírus, entre elas a Covid-19.

“Agora não é o momento de consulta de rotina, de consultas com crianças, e de consultas com idosos. Nossos públicos de CAIC são exatamente crianças, nós não sabemos o comportamento do vírus em crianças menores de 1 ano, que são aquelas que estão fazendo consultas pediátricas de rotina. E não sabemos como evitar a disseminação com relação à aglomeração de idosos. Isso é um ponto de vulnerabilidade máxima, pois eles são um grupo de maior risco. Então, tomamos essa decisão avaliando os casos no Estado e, no momento, avaliamos que seja a decisão mais assertiva em torno da prevenção desses dois grupos de risco”, informa Dayana Mejia.

De acordo com a Nota Técnica 002/2020 (SEAASC/SUSAM), assinada nesta sexta-feira (20/03), as direções dos CAICs e CAIMIs disponibilizarão para seus usuários telefones de contato para a população ligar em caso de necessidade, e a unidade fará as devidas recomendações e encaminhamentos. Segundo o documento, até que as medidas não sejam mais necessárias, os servidores dessas unidades passarão atuar em outras unidades, conforme a necessidade dos serviços de saúde.

Policlínicas com serviços essenciais

Algumas policlínicas manterão serviços avaliados como essenciais, como o Programa do Pé Diabético. O mesmo vale para as unidades que têm Serviço de Referência para Diagnóstico e Tratamento de Lesões Precursoras do Câncer de Colo de Útero, atendimento ambulatorial em psiquiatria e a Triagem Neonatal para atendimentos de 1ª vez para hipotireoidismo congênito, fenilcetonúria, hiperplasia adrenal congênita e fibrose cística.

Na Policlínica Codajás, o Centro Especializado de Reabilitação (CER III) manterá a entrega de bolsas de colostomia, próteses e órteses. Os atendimentos psiquiátricos e a renovação de receita serão mantidos normalmente, assim como o Programa Pré-Natal de Alto Risco – gestantes de alto risco continuarão com o atendimento para as especialidades de endocrinologia.

“Nas policlínicas, serão suspensos todos os serviços que podem esperar. Os procedimentos que são rotineiros, de investigação clínica, que no momento o paciente esteja estável, e que a ausência desse procedimento não seja determinante de doença ou de piora de quadro clínico. Então, nós vamos continuar acompanhando os pacientes crônicos, fizemos uma carta de serviços a ser mantidos dentro das policlínicas, como acompanhamento dos pacientes de pé diabético. São situações que foram avaliadas dentro de critérios clínicos e assistenciais onde tomamos a decisão de manter os serviços essenciais, que não podem parar de forma alguma”, explica Dayana Mejia.

Delphina Aziz

Considerando a importância da correta gestão de leitos e a experiência internacional, em que se verificou a dificuldade dos sistemas de saúde diante do elevado número de casos graves da Covid-19, em uma medida preventiva, a Susam decidiu que a partir do dia 23/03 o Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz passa a atuar exclusivamente como unidade hospitalar de retaguarda para os casos suspeitos/confirmados da doença.

Dayana Mejia explica que enquanto a medida for necessária a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Campos Sales será a unidade de porta de entrada de urgência e emergência para a região norte. Os casos que exigirem assistência mais especializada e que não estejam relacionados à Covid-19 serão transferidos para outros hospitais e prontos-socorros da capital. A mudança temporária no perfil de atendimento do Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz está definida na Nota Técnica nº 001/2020, também assinada na sexta-feira (20/03).

“O Delphina passar a ter os leitos específicos para Covid-19. Tanto para as internações clássicas, convencionais, quanto para internações mais graves, onde a gente vai precisar ter esses pacientes em UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A partir de agora, fechamos o Delphina enquanto unidade de porta aberta, usaremos a porta da UPA, e referenciando todos os pacientes de Covid-19 para o Delphina”, ressalta a secretária executiva da Capital.

Atualmente, o Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz já tem à disposição 50 leitos de UTI para pacientes de Covid-19. De acordo com Dayana Mejia, apesar do Amazonas ainda não precisar de mais leitos além dos que estão disponíveis, a unidade da zona norte de Manaus é a que tem o melhor potencial de expansão de leitos de alta complexidade em tempo oportuno, podendo chegar a 300.

Conheça nossos serviços

– Mentorias
– Media Training
– Digital Influencer
– Cerimonialista
– Produção de Vídeos
– Curso – Método da Rosa

“Nesse momento, começa a ampliação dos leitos de UTI no hospital. Nós ainda não estamos precisando, que isso fique bem claro, para não causar pânico. Nós só estamos sendo prudente. Estamos fazendo com uma diferença de 15 dias de antecipação o que outros países fizeram no momento em que o problema estava acontecendo. Já temos 50 leitos, e começaremos a transferir pacientes internados, que não são por Covid-19, para outras unidades da rede, e vamos referenciar exclusivamente para o Delphina casos de Covid-19 e de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

Balanço – Desde o dia 29 de fevereiro até esta sexta-feira (20/03), o Amazonas registrou 72 casos suspeitos da Covid-19, dos quais 52 foram descartados, 13 estão em investigação e sete foram confirmados. Desses, seis foram importados e um está em investigação para saber a origem do contágio do paciente.

Veja como ficam os atendimentos nas Policlínicas

POLICLÍNICA JOSÉ LINS:
Programa do Pé Diabético: permanecerá em funcionamento normal,
Atendimentos eletivos, ambulatoriais como psiquiatria, psicologia, serviço social e otorrinolaringologia, ficarão com os atendimentos suspensos por tempo indeterminado, ressalvando os casos necessários para atendimento psiquiátrico e psicológico.

POLICLÍNICA ZENO LANZINI:
Programa do Pé Diabético: permanecerá em atendimento normal.
Farmácia: Atendimento em 1 turno para entrega de medicações.
Exame de Eletrocardiograma: permanecerá em atendimento normal.
Ambulatório de Saúde Mental: permanecerá em atendimento normal.
Atendimento com o Gastroenterologista: permanecerá em atendimento com demanda reduzida.
Atendimento com o Proctologista: permanecerá em atendimento com demanda reduzida.
Demais atendimentos eletivos como Odontologia, Dermatologia, Ortopedia, Oftalmologia, pré-operatório e pós-operatório, ficarão suspensos por tempo indeterminado.

POLICLÍNICA JOÃO DOS SANTOS BRAGA

Atendimento em psiquiatria: permanecerá em atendimento normal.
Serviço de Referência para Diagnóstico e Tratamento de Lesões Precursoras do Câncer de Colo de Útero – SRC: permanecerá em atendimento normal.
Demais atendimentos eletivos como Odontologia, Oftalmologia e Otorrinolaringologia, ficarão com os atendimentos suspensos por tempo indeterminado.

POLICLÍNICA DANILO CORREA
Atendimentos a pacientes crônicos que fazem uso de medicação nas especialidades neurologia, cardiologia, endocrinologia, reumatologia e ortopedia: permanecerá em atendimento normal.
Programa do Pé Diabético: permanecerá em atendimento normal.
Demais atendimentos eletivos como Odontologia, Ginecologia, Gastroenterologia, Dermatologia, Urologia, Proctologia, Ortopedia e pós-operatório ficarão suspensos por tempo indeterminado.
Exames: Endoscopia Digestiva Alta e Ultrassonografia ficarão suspensos por tempo indeterminado.

POLICLÍNICA ANTÔNIO ALEIXO

O contato dos pacientes atendidos na unidade será por telefone, e em caso de necessidade extrema, o paciente será atendido na unidade.

POLICLÍNICA CODAJÁS
Programa Pré-Natal de Alto Risco: gestantes de alto risco continuarão com o atendimento para as especialidades de endocrinologia. Para as especialidades de nutrologia e obstetrícia, os atendimentos ficarão suspensos por tempo indeterminado.
Programa de Saúde Mental: O atendimento psiquiátrico e renovação de receita serão mantidos normalmente. O atendimento psicológico será feito por demanda emergencial. O atendimento do serviço social e fonoaudiológico ficarão suspensos por tempo indeterminado.
Programa Transexualizador e Saúde da Mulher: os pacientes terão suas receitas renovadas com intervalo de retorno prolongado. Ficarão suspensos por tempo indeterminado, os atendimentos eletivos de ginecologia, colposcopia e biópsias. Atendimento normal para a endocrinologia.
Programa Pé Diabético: permanecerá em funcionamento normal.
Centro Especializado em Reabilitação Tipo 3 – CER III: A entrega de bolsas de colostomia, próteses e órteses, permanecerá em funcionamento normal. Os atendimentos eletivos da fisioterapia, fonoaudiologia, nutricionista, psicologia, clínico geral, oftalmologia, otorrino e audiometria, ficarão suspensos por tempo indeterminado.
Triagem Neonatal: atendimentos de 1ª vez para hipotireoidismo congênito, fenilcetonúria, hiperplasia adrenal congênita e fibrose cística, serão mantidos normalmente. Pacientes que precisarem de receitas receberão informações para a entrega das receitas. Os médicos estarão na unidade para atendimentos de necessidade extrema. Pacientes sem complicações, serão orientados a ficarem em casa.
Os demais atendimentos eletivos, que não atendem nos programa citados, serão suspensos por tempo indeterminado, a saber: alergologista, cardiologista, cabeça e pescoço, dermatologista, endocrinologista, fisioterapia, fonoaudiologia, genética médica, gastrologia, nutricionista, oftalmologia, otorrinolaringologia, pneumologia, proctologia, reumatologia, terapia ocupacional e urologia.
Procedimentos suspensos por tempo indeterminado: eletrocardiograma, procedimentos de pequenas cirurgias, audiometria, colposcopia e biópsias.

POLICLÍNICA CARDOSO FONTES
O Contato com os pacientes será por telefone, e em caso de necessidade extrema, o paciente será atendido na unidade.

POLICLÍNICA GILBERTO MESTRINHO
Programa Pé Diabético: permanecerá em funcionamento normal.
Programa de Saúde Mental: Os pacientes serão encaminhados para as UBS da Zona Sul (LISTA ANEXA).
Serviço de SRC (Serviço de Referência para o Diagnóstico e tratamento de lesões precursoras do câncer no colo de útero): permanecerá em funcionamento normal.
Demais serviços e exames, ficarão suspensos por tempo indeterminado.

*Com informações da asessoria