Em explosão impressionante, Vasco conquista 78 mil sócios em seis dias

Castán teve papel fundamental no sucesso da campanha de sócio-torcedor Rafael Ribeiro/Vasco
Compartilhe

O Vasco da Gama, com seus 121 anos de existência, responde por algumas das belas e elogiáveis páginas do futebol brasileiro e mundial. Uma trajetória que atravessa três séculos, acumula conquistas e, acima de tudo, exibe a admirável capacidade de realização do clube e de seus torcedores.

A mais recente demonstração da histórica capacidade de superação vascaína é a surpreendente campanha que fez o clube saltar de 32 mil para 110 mil sócios-torcedores entre a segunda-feira (25) e a manhã de sábado (30).

Uma média de 13 mil adesões para cada um dos seis dias e um aumento de 243,75% sobre a plataforma inicial, algo inédito em tão pouco tempo desde que os programas de sócios-torcedores foram lançados pelos clubes brasileiros.

Tudo começou de forma aparentemente despretensiosa, na segunda-feira (25), quando a diretoria do clube, no embalo da Black Friday, anunciou um desconto de 50% nas seis primeiras mensalidades de alguns planos para novos adeptos registrados até sexta-feira (29).

A coisa começou a embalar no mesmo dia, horas depois, quando o capitão do time, o zagueiro Leandro Castán, e o volante Souza prometeram sortear camisas e promover ações com a torcida se a meta de 45 mil sócios fosse batida.

Empolgados, outros jogadores vieram no embalo, entre eles o jovem atacante Talles Magno. Paulinho, Alan Kardec e Douglas Luiz divulgaram que haviam se tornado sócios. Souza, além da adesão, anunciou um sorteio para garantir o pagamento de dez planos, por um ano, para torcedores do clube de São Januário.

Conheça nossos serviços

– Mentorias
– Media Training
– Digital Influencer
– Cerimonialista
– Produção de Vídeos
– Curso – Método da Rosa

O negócio inflamou de vez. Em três dias, os vascaínos pulverizaram não só a marca dos 45 mil, mas também o segundo ‘sarrafo’ proposto pelos jogadores, de 60 mil adeptos. Na quarta-feira (27) o clube bateu nos 46 mil sócios-torcedores e, manhã seguinte, anunciou que total de sócios-torcedores havia dobrado em relação ao início da campanha: 64 mil registros.

O site do clube ameaçou travar com o movimento, o que levou o Vasco a solicitar à empresa responsável uma ampliação da capacidade de atendimento simultâneo. Até que, na manhã do sábado (30), o clube anunciou 110 mil sócios-torcedores inscritos, terceira marca do atual ranking brasileiro, atrás apenas de Flamengo (140 mil) e Internacional (126 mil).

“É uma forma de gratidão nossa e dos torcedores, de colaborar e ajudar de alguma forma. O Vasco sempre mostra que é gigante. Tem planos ambiciosos para o futuro próximo: construir um novo CT, modernizar seu estádio. O clube conseguirá e toda ajuda é bem-vinda”, afirmou, empolgado, Alan Kardec.

Diante de tanto sucesso, o presidente do clube, Alexandre Campello, prorrogou a campanha até o próximo dia 8 de dezembro, data da última partida do Vasco no Brasileirão 2019, contra a Chapecoense.

“Obrigado, torcedor vascaíno. Podemos nos orgulhar de dizer que o Vasco da Gama ultrapassou a marca de cem mil sócios. Sei o sacrifício que vocês estão passando. Aumentamos a capacidade de nossos provedores, que tiveram oito mil acessos ao mesmo tempo. Não existe sistema que suporte isso. Esse movimento não pode parar. A promoção será estendida até o jogo contra a Chape. Mais: todo o dinheiro dos sócios-torcedores irá para o futebol. Então, quanto mais sócios, maior poder de investimento teremos”, agradeceu Campello nas redes sociais.

Nada mais justo e merecido para um clube gigante, dono de uma torcida que não cansa de se superar.