Manaus, 20 de janeiro de 2021
PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Ford fecha fábricas no Brasil 75 anos depois de deixar a Amazônia

blank
Cem anos depois Ford deixa o Brasil Foto : reprodução
Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on reddit
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Depois de cem anos com fábricas no Brasil, a montadora Ford anunciou nesta segunda o fechamento de suas fabricas na Bahia, Ceará e São Paulo. A alta do dólar, a pandemia, e o custo Brasil foram apontados como fatores que pesaram na decisão. Ao todo, 5 mil empregos devem ser afetados.  O que pouca gente sabe é que a Ford já teve uma fabrica na Amazônia: Fordlândia no interior do Pará. Um projeto que fracassou por querer impor padrões americanos a realidade amazônica.

A ideia da Fordlândia, que fica no município de Aveiro no Pará, foi do próprio Henry Ford  que tinha a intenção de tornar Fordlândia o polo fornecedor de látex aos seus empreendimentos, material  necessário para a confecção de pneus para seus automóveis. Os americanos que vieram para a região acabaram não se adaptando e houve revolta também entre os trabalhadores da região que não aceitavam o padrão estadunidense para as atividade da fábrica.

blank
Fordlândia se tornou uma cidade fantasma Foto: reprodução

Mas no restante do país, a relação da Ford foi bem melhor sucedida. Foram cem anos de plantas instaladas em vários estados. A primeira fábrica de automóveis do Brasil foi da Ford em São Paulo.

Em 1974 , a fábrica de Taubaté, com investimento de US$ 400 milhões. Em 1978, foi a vez da abertura do Campo de Provas de Tatuí, em São Paulo. Em 2001, foi inaugurada a fábrica de Camaçari, na Bahia, puxando para si a maior parte da produção de veículos de passeio, como o novo Fiesta e EcoSport. Em contrapartida, São Bernardo recebeu a linha de caminhões, vinda da extinta unidade do Ipiranga, na capital paulista. Em 2015, a planta comemorou o marco de 1 milhão de unidades produzidas.

Hoje, no anuncio do fechamento das fábricas, a empresa ressaltou o custo brasil que é o alto valor investido pelas industrias para produzir no país. Segundo a ANFEA, Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, é R$1,5 trilhão de reais mais caro produzir no Brasil do que em outros países.

O Ministério da Economia divulgou nota lamentando a decisão da Ford de encerrar a produção no Brasil e informou que “trabalha intensamente na redução do Custo Brasil com iniciativas que já promoveram avanços importantes.”

 

 

 

Voce pode gostar também!

Estamos ao vivo clique aqui!

Conheça meus serviços

É um serviço especializado realizado por mim Jornalista Marcela Rosa , especialista em telejornalismo e produção de vídeos e textos para vídeos e TV, Na minha mentoria on line eu vou te orientar de forma individualizada nos seus trabalhos de vídeo ou ainda de textos para TV ou internet.

Nas Redes Sociais, como jornalista,eu atuo de uma forma diferenciada. Na verdade, uso a minha imagem e o meu texto (fala) como “referência” digital para produtos e serviços que coadunam com meu perfil de mulher adulta, mãe e profissional da comunicação.

O Cerimonial de uma jornalista busca sempre aliar competência e credibilidade com a imagem e a voz que vão representar empresas e organizações.

O meu maior Knowhow é sem dúvida a produção, redação e apresentação de vídeos jornalísticos. E todo este conhecimento é reproduzido nas propostas institucionais.

Iniciar Atendimento
1
Olá bem-vindo ao Portal da Marcela Rosa!

Em que podemos te ajudar? Os nossos serviços são:

- Mentorias em telejornalismo e produção de vídeos e textos para vídeos e TV.
- Média Training
- Digital Influencer
- Cerimonialista (Português, Inglês e Espanhol)
- Produção de vídeos

Estamos a disposição para atendê-lo, aguardamos você!