Mortes e fogos de artifício assustam população e acendem alerta de novo massacre em presídios do AM

Compartilhe

A noite desta segunda-feira (10) assustou a população em Manaus depois que fogos de artifícios foram ouvidos e filmados em diversas zonas da capital. A série de mortes que acontecem desde janeiro deste ano acendeu um alerta de novo massacre nos presídios do Amazonas. O motivo seria a morte de um dos ‘chefões’ da facção criminosa ‘FDN’  que foi comemorado por criminosos do Comando Vermelho  que soltaram fogos em comemoração à dominação de território do tráfico de drogas, e ainda a morte de um homem declarado como suposto irmão de ‘Zé Roberto da Compensa’ (líder da ‘FDN’).

No início da tarde desta segunda-feira (10), Diogo Lopes Linhares, foi morto com cerca de dez tiros, na rua Castro Alves, bairro Coroado 3, zona Leste. O susposto traficante estava em um carro Prisma de cor vermelha e depois de baleado ainda chegou a ser levado com vida ao Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, também na Zona Leste, mas não resistiu aos ferimentos  e morreu.

Conheça nossos serviços

– Mentorias
– Media Training
– Digital Influencer
– Cerimonialista
– Produção de Vídeos
– Curso – Método da Rosa

Ainda na mesma noite desta segunda-feira (10), por volta de 19h30, um homem identificado como Maicon William Maciel, de 24 anos, foi morto a tiros enquanto, segundo testemunhas, a vítima pichava um poste com a sigla CV, da facção criminosa do Comando Vermelho. O crime ocorreu na rua Maranhão Sobrinho, na Vila Alfredo Nascimento, no bairro Aleixo, Zona Centro-Sul.

Também na noite desta segunda-feira (10), um homem foi morto dentro do Complexo Penitenciário Anísio Jobim, segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), o interno identificado como Fabrício Silva dos Santos Neto, de 31 anos, foi morto dentro da cela durante uma briga com outros três detentos.   Na internet boatos e fakes news diziam que o homem era irmão do narcotraficante José Roberto Fernandes Barbosa, o “Zé Roberto da Compensa”, o que posteriomente foi negado pela Seap.

Violência e mortes

O mês de fevereiro começou violento em Manaus, durante o último fim de semana  em uma série de mortes suspostamente causada pela briga entre facções resultou no total de quatorze mortes, segundo registros do Instituto Médico Legal (IML) e Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Os casos foram registrados entre sexta-feira (7) e as primeiras horas de segunda (10).

Amazonas entra em alerta e combate ao tráfico

Na noite desta segunda-feira (10), o Governo do Amazonas instalou um Gabinete de Crise da Segurança Pública. A medida colocou todo o sistema de segurança em alerta, nas cadeias e nas ruas da cidade. Objetivo do Estado é se antecipar a qualquer tipo de distúrbio provocado por criminosos, em decorrência ao combate ao tráfico de drogas.

O Gabinete de Crise foi instalado ainda no início da noite, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), da Secretaria de Segurança (SSP-AM). Estiveram presentes representantes de todas as forças de segurança pública estadual, do Tribunal de Justiça (TJAM), Ministério Público (MPE), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AM) e da Defensoria Pública (DPE).

‘’Reunimos nossos comandantes das forças policiais e demais órgãos importantes nesse processo. Estamos nos antecipando e fazendo tudo que é preciso para resguardar a ordem nos presídios e a integridade da população. O firme combate ao tráfico provoca reações e estamos utilizando todo nosso aparato policial e de inteligência para proteger a população’’, destacou o vice-governador do Amazonas e secretário chefe da Casa Civil, Carlos Almeida, logo após instalar o Gabinete de Crise.

O secretário executivo de Segurança Pública, coronel Anézio Paiva, relatou que a necessidade de instalação do Gabinete foi identificada a partir dos sinais de desentendimento entre integrantes de facções, identificados pelos serviços de inteligência do Estado: da Secretaria de Inteligência (Seai), Polícia Militar e da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap).

No fim de semana, informa o secretário de Administração Penitenciária, coronel Marcus Vinícius, as visitas nos presídios foram suspensas no domingo. ‘’Uma estratégia para resguardar a vida dos visitantes em caso de confronto entre detentos’’, disse.

Ações

‘’Nosso monitoramento é contínuo e assim que percebemos novos sinais de possibilidade de conflito, passamos a adotar novas medidas, como isolamento de detentos e a própria suspensão das visitas’’. Segundo o secretário, as vistorias também têm sido intensificadas, frequência que também será ampliada.

Conheça nossos serviços

– Mentorias
– Media Training
– Digital Influencer
– Cerimonialista
– Produção de Vídeos
– Curso – Método da Rosa

O comandante da Polícia Militar (PM), coronel Ayrton Norte, afirmou que já nesta noite de segunda-feira, o efetivo da PM foi ampliado em Manaus. ‘’Mantivemos as equipes do dia no turno da noite, para somar esforços. Nosso objetivo é justamente se antecipar e aumentar a segurança à população.

*Da Redação