Manaus, 24 de outubro de 2020
PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Quem usa cerol brinca com a vida

blank
Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on reddit
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on skype
Share on email

Por: Secretaria Municipal de Comunicação
conteúdo de responsabilidade do anunciante

No dia 29 de maio de 2020 uma mulher de 34 anos morreu no Pronto-Socorro Platão Araújo, na zona Leste de Manaus, após ter sido ferida por uma linha de pipa com cerol (mistura com cola de sapateiro e vidro moído). A mulher estava dirigindo sua motocicleta no bairro Cidade de Deus, na zona Norte, a caminho do trabalho, quando foi atingida pela linha e teve o pescoço cortado. E apesar do socorro prestado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência Móvel (Samu), ela não resistiu aos ferimentos.

No mês seguinte, ainda em Manaus, um policial militar também teve o pescoço atingido por cerol, nas proximidades do Complexo Viário Gilberto Mestrinho, no Coroado, zona Leste. A vítima sobreviveu, mas carrega consigo as marcas do episódio.

Estas são apenas duas das vítimas que o cerol faz cotidianamente. Em Manaus, no segundo semestre do ano, quando o verão é intenso, é comum ver grupos reunidos pelas ruas empinando pipas e papagaios e utilizando o cerol para cortar os fios de outras pipas próximas, uma prática perigosa e fatal.

Na tentativa de eliminar o risco, vereadores de Manaus aprovaram e enviaram à Prefeitura de Manaus projeto que virou lei, de n. 1968, no ano de 2015, que dispõe sobre a proibição de venda de cerol em áreas públicas e de uso comum, porém com a grande disseminação da prática e o conseqüente comércio de cerol por todas as zonas da cidade, a fiscalização torna-se difícil.

Patrimônio histórico, cultural e imaterial de Manaus, a brincadeira de papagaio e pipa não é proibida, porém ela deve ser feita de forma saudável, sem o uso de cerol, material perigoso tanto para a pessoa que manuseia a pipa quanto para quem está nas redondezas e pode ser atingido pelos fios imperceptíveis. Além disso, quem empina pipas e papagaios deve ficar atento e brincar longe de fios elétricos e de ruas movimentadas. Deve-se evitar também lajes e telhados pelos riscos de quedas. Lembre-se: mais do que nunca, a vida precisa de cuidados. Quem usa cerol, brinca com a vida.

Voce pode gostar também!

Estamos ao vivo clique aqui!

Conheça meus serviços

É um serviço especializado realizado por mim Jornalista Marcela Rosa , especialista em telejornalismo e produção de vídeos e textos para vídeos e TV, Na minha mentoria on line eu vou te orientar de forma individualizada nos seus trabalhos de vídeo ou ainda de textos para TV ou internet.

Nas Redes Sociais, como jornalista,eu atuo de uma forma diferenciada. Na verdade, uso a minha imagem e o meu texto (fala) como “referência” digital para produtos e serviços que coadunam com meu perfil de mulher adulta, mãe e profissional da comunicação.

O Cerimonial de uma jornalista busca sempre aliar competência e credibilidade com a imagem e a voz que vão representar empresas e organizações.

O meu maior Knowhow é sem dúvida a produção, redação e apresentação de vídeos jornalísticos. E todo este conhecimento é reproduzido nas propostas institucionais.

Iniciar Atendimento
1
Olá bem-vindo ao Portal da Marcela Rosa!

Em que podemos te ajudar? Os nossos serviços são:

- Mentorias em telejornalismo e produção de vídeos e textos para vídeos e TV.
- Média Training
- Digital Influencer
- Cerimonialista (Português, Inglês e Espanhol)
- Produção de vídeos

Estamos a disposição para atendê-lo, aguardamos você!